Melhorar o ambiente de negócios no país tem sido a principal missão dos diferentes setores da economia nos últimos tempos. E a julgar pelo avanço do desempenho do Brasil nesse quesito, estamos começando a colher os primeiros resultados positivos.

De acordo com o último relatório Doing Business 2019, do Banco Mundial, que compara o ambiente de negócios em 190 países do mundo, o Brasil passou do 125º lugar para o 109º lugar, melhorando sua posição. Além disso, foi o país que obteve o maior avanço no ranking entre as nações da América Latina e Caribe.

Os resultados nos impõe o desafio de continuar avançando no ranking e buscar melhorias no ambiente de negócios relacionadas a diferentes esferas. Em Salvador, bons exemplos nesse sentido não faltam. O setor turístico é um deles. Segundo estimativa feita pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), 3,7 milhões de turistas devem passar pela capital baiana até março.

A projeção é a maior dos últimos oito anos e esse incremento do turismo acaba impulsionando outros setores, o que contribui para o desenvolvimento da economia local. Com mais turistas na cidade, são criadas oportunidades para o fortalecimento do comércio e de serviços como bares, restaurantes e entretenimento, além da rede hoteleira.

Nesse aspecto, inclusive, podemos citar a chegada de grandes hotéis ao Centro da cidade, ajudando a revitalizar essa importante região. É o caso do Fera Palace Hotel, na rua Chile, e o Fasano, em frente à Praça Castro Alves, que oferecem a possibilidade de uma hospedagem cinco estrelas bem no coração de Salvador, perto de pontos turísticos tradicionais e diversas experiências culturais.

A revitalização do Centro, inclusive, é um ponto vital na geração de novos negócios. Além de alavancar o turismo, as obras de requalificação planejadas para a região pela Prefeitura, através da Fundação Mário Leal Ferreira e pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano, através da Conder, acionam oportunidades para gerar emprego e renda além de atrair lançamentos residenciais e comerciais.

E por falar em lançamentos, o mercado imobiliário já respira ares mais auspiciosos neste inicio de ano e deve crescer 7%. Uma prova desse movimento é o Monvert, aposta da OR no Horto Florestal e que já teve todas as suas 140 unidades vendidas antes mesmo do lançamento oficial, representando um marco no nosso segmento.

Outro lançamento que já é sucesso de vendas é o 535 Barra, da Concreta, cujas 88 unidades foram 100% vendidas em menos de uma semana. A Concreta, inclusive, estuda mais dois lançamentos para este ano, em Camaçari. Na Graça, a expectativa fica por conta do Lucce, da Civil Incorporadora, que vem com uma marca forte de sustentabilidade, apresentando uma miniusina de energia solar na cobertura, além de infraestrutura para carros elétricos.

Mas não é somente na capital que lançamentos imobiliários estão aquecendo o mercado. No interior, as novidades que prometem trazer fôlego para o setor estão em Feira de Santana, no Flor do Sertão, da MRV Engenharia, no Vitória Rela, em Vitória da Conquista, também da MRV; e nos empreendimentos Residencial Oeste Parque e Residencial Candeias Premium, da E2 Engenharia. Esses três últimos trazem opções de financiamento pelo Programa Minha Casa Minha Vida.

Outro setor cujo ambiente de negócios está em alta no país é o automobilístico. Segundo dados da Fenabrave, entidade que representa as distribuidoras de automóveis, o segmento cresceu 10% em janeiro, registrando a venda de 199,8 mil veículos novos no inicio desse ano.

Além disso, as reformas da previdência, tributária e fiscal ajudarão a melhorar ainda mais o ambiente de negócios no Brasil, pavimentando um caminho de protagonismo, crescimento e confirmando definitivamente nosso papel como economia forte e ativa.


Cláudio Cunha é presidente da ADEMI-BA (Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia)

Cláudio Cunha
redacao@correio24horas.com.br

Matéria disponível em: https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-mercado-imobiliario-ja-respira-ares-mais-auspiciosos-neste-inicio-de-ano/


" />
18/03/2019 19:03


CORREIO 24 HORAS: O mercado imobiliário já respira ares mais auspiciosos neste inicio de ano

Melhorar o ambiente de negócios no país tem sido a principal missão dos diferentes setores da economia nos últimos tempos. E a julgar pelo avanço do desempenho do Brasil nesse quesito, estamos começando a colher os primeiros resultados positivos.

De acordo com o último relatório Doing Business 2019, do Banco Mundial, que compara o ambiente de negócios em 190 países do mundo, o Brasil passou do 125º lugar para o 109º lugar, melhorando sua posição. Além disso, foi o país que obteve o maior avanço no ranking entre as nações da América Latina e Caribe.

Os resultados nos impõe o desafio de continuar avançando no ranking e buscar melhorias no ambiente de negócios relacionadas a diferentes esferas. Em Salvador, bons exemplos nesse sentido não faltam. O setor turístico é um deles. Segundo estimativa feita pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), 3,7 milhões de turistas devem passar pela capital baiana até março.

A projeção é a maior dos últimos oito anos e esse incremento do turismo acaba impulsionando outros setores, o que contribui para o desenvolvimento da economia local. Com mais turistas na cidade, são criadas oportunidades para o fortalecimento do comércio e de serviços como bares, restaurantes e entretenimento, além da rede hoteleira.

Nesse aspecto, inclusive, podemos citar a chegada de grandes hotéis ao Centro da cidade, ajudando a revitalizar essa importante região. É o caso do Fera Palace Hotel, na rua Chile, e o Fasano, em frente à Praça Castro Alves, que oferecem a possibilidade de uma hospedagem cinco estrelas bem no coração de Salvador, perto de pontos turísticos tradicionais e diversas experiências culturais.

A revitalização do Centro, inclusive, é um ponto vital na geração de novos negócios. Além de alavancar o turismo, as obras de requalificação planejadas para a região pela Prefeitura, através da Fundação Mário Leal Ferreira e pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano, através da Conder, acionam oportunidades para gerar emprego e renda além de atrair lançamentos residenciais e comerciais.

E por falar em lançamentos, o mercado imobiliário já respira ares mais auspiciosos neste inicio de ano e deve crescer 7%. Uma prova desse movimento é o Monvert, aposta da OR no Horto Florestal e que já teve todas as suas 140 unidades vendidas antes mesmo do lançamento oficial, representando um marco no nosso segmento.

Outro lançamento que já é sucesso de vendas é o 535 Barra, da Concreta, cujas 88 unidades foram 100% vendidas em menos de uma semana. A Concreta, inclusive, estuda mais dois lançamentos para este ano, em Camaçari. Na Graça, a expectativa fica por conta do Lucce, da Civil Incorporadora, que vem com uma marca forte de sustentabilidade, apresentando uma miniusina de energia solar na cobertura, além de infraestrutura para carros elétricos.

Mas não é somente na capital que lançamentos imobiliários estão aquecendo o mercado. No interior, as novidades que prometem trazer fôlego para o setor estão em Feira de Santana, no Flor do Sertão, da MRV Engenharia, no Vitória Rela, em Vitória da Conquista, também da MRV; e nos empreendimentos Residencial Oeste Parque e Residencial Candeias Premium, da E2 Engenharia. Esses três últimos trazem opções de financiamento pelo Programa Minha Casa Minha Vida.

Outro setor cujo ambiente de negócios está em alta no país é o automobilístico. Segundo dados da Fenabrave, entidade que representa as distribuidoras de automóveis, o segmento cresceu 10% em janeiro, registrando a venda de 199,8 mil veículos novos no inicio desse ano.

Além disso, as reformas da previdência, tributária e fiscal ajudarão a melhorar ainda mais o ambiente de negócios no Brasil, pavimentando um caminho de protagonismo, crescimento e confirmando definitivamente nosso papel como economia forte e ativa.


Cláudio Cunha é presidente da ADEMI-BA (Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia)

Cláudio Cunha
redacao@correio24horas.com.br

Matéria disponível em: https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-mercado-imobiliario-ja-respira-ares-mais-auspiciosos-neste-inicio-de-ano/


Deixe um comentário:

Receba novidades por e-mail